Youtuber do DF lavou R$ 3,4 mi em 6 meses em nome de mecânico laranja

Com uma movimentação bancária de pelo menos R$ 20 milhões nos últimos dois anos, o youtuber Kleber de Moraes, o Klebim, alvo principal da Operação Huracán, da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), desta semana, usou um homem identificado como auxiliar de oficina de motopeças para fazer quatro depósitos para o investigado, totalizando R$ 190 mil.

A DRF descobriu que as transações bancárias eram incompatíveis com o patrimônio dele. Mesmo com renda humilde, o mecânico movimentou R$ 3,4 milhões em um período de seis meses.

Klebim usava uma complexa rede de laranjas para ocultar o dinheiro.

A operação ganhou o nome de “Huracán”, modelo de carro de luxo. A investigação aponta que a associação criminosa era liderada por youtubers, que promoviam rifas de veículos em redes sociais. A prática é proibida pelo governo federal, por ser considerada exploração de jogos de azar.

Os veículos eram preparados com rodas, suspensão e som especiais, e as rifas eram anunciados em um site. Como possuíam milhões de seguidores, os investigados pela operação vendiam facilmente as rifas, segundo a polícia.

Carro & Cia
Carro & Cia, o melhor em atendimento e satisfação

Os valores arrecadados seguiam para as contas de empresas de fachada e eram utilizadas para aquisição de novos veículos, registrados em nome de “testas de ferro”.

Segundo investigadores, o grupo do ‘Klebim’ do canal ‘Estilo Dub’, realizava rifas ilegais de carros desde 2021. Foram bloqueados R$ 10 milhões das contas dos investigados. Além dos veículos de luxo, foram apreendidos vários outros carros, uma motocicleta, um jet-ski e bloqueada uma mansão do líder do grupo, localizada no Park Way, também alvo da operação.

Além de Kleber Moraes, conhecido como “Klebim”, que tem mais de 1 milhão de seguidores nas redes sociais, no canal “Estilo Dub” foram presos:

  • Pedro Henrique Barroso de Neiva, de 37 anos
  • Vinícius Couto Farago, de 30 anos
  • Alex Bruno da Silva Vale, de 28 anos

De acordo com a Divisão de Repressão a Roubos e Furtos (DRF), o influenciador contava um pelotão de laranjas que movimentava fortunas em suas contas bancárias na tentativa de ocultar e lavar o dinheiro.

DUETTO IDEAL – A MODA FEITA PARA VOCÊ

Auxiliar de mecânico, secretária, supervisor de serviços gerais e até radialista foram alguns dos profissionais usados por Klebim para depositar e transferir grandes quantias.

A rede de laranjas atuava de forma frenética, fazendo depósitos em sequência para a conta do influenciador digital. Um homem, que tem a profissão de radialista, fez 76 transferências bancárias para a conta de Klebim. Em curtos períodos de tempo, os testas de ferro repassavam quantias altíssimas.

Uma mulher com renda mensal de R$ 1,2 mil foi flagrada movimentando quase R$ 600 mil em três meses. Supostamente, todos os laranjas simulavam o pagamento por serviços publicitários contratados pela empresa Estilo DUB, de propriedade do youtuber.

No entanto, a PCDF não conseguiu encontrar nenhum serviço, de fato, prestado pela empresa, caracterizando a fachada criada para lavar o montante. A suspeita sobre a atividade financeira também chamou a atenção pelo fato de os depósitos serem efetuados em terminais de autoatendimento localizados em diversas praças, o que é incomum com o perfil de pessoa física e dificulta a identificação da origem de parte dos recursos.

As apurações da Operação Huracán apontaram que o influenciador digital utiliza seus perfis nas redes sociais para promover e realizar sorteios de veículos de luxo, com sofisticados sistemas de som e customização. Klebim e outros três alvos foram presos temporariamente pelos crimes de lavagem de dinheiro e exploração de jogos de azar.

Apenas no Instagram, Klebim tem cinco perfis: o pessoal, com 1,4 milhão de seguidores; Estilo Dub (1,3 milhão); Guincho Dub (12,5 mil), Dub Shop (119 mil) e Dub House (332 mil). Além disso, ele mantém um canal no YouTube com 1,27 milhão de inscritos. Já no TikTok o número é de 1.207. O total de seguidores em todas as redes alcança a marca de 4,4 milhões.

Os sorteios não são autorizados pelos órgãos competentes, e o youtuber não recolhe impostos. Klebim, segundo a polícia, lavava o dinheiro dos sorteios com a aquisição de veículos superesportivos, que são registrados em nome de laranjas, incluindo até a mãe do influenciador e várias empresas de fachada.

3 comentários

  1. You are really a excellent webmaster. The
    website loading speed is incredible. It kind of feels that you are doing any distinctive trick.
    Also, the contents are masterwork. you have
    performed a fantastic activity in this subject! Similar here: najtańszy sklep and also here:
    Ecommerce

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *