Educação, Saúde Ciência e Defesa perdem mais no corte no orçamento, aponta IFI

DUETTO IDEAL – A MODA FEITA PARA VOCÊ

Enquanto os partidos e políticos se deleitam com gastança de R$ 4,9 bilhões do Fundo Eleitoral, o governo congela verbas, que nos quatro ministérios somados corresponde a 78% dos R$ 8,2 bilhões bloqueados.

OS ministérios da Educação, Saúde, Ciência e Tecnologia, e Defesa são os mais afetados pelo bloqueio estabelecido pelo governo no orçamento de 2022, segundo levantamento da Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão vinculado ao Senado que faz o acompanhamento das contas públicas.

ANGRA DOS REIS EM GRANDE ESTILO. VOCÊ MERECE.

Além dos orçamentos dos ministérios, foram bloqueados R$ 888,3 milhões nas emendas de relator, conhecidas como “orçamento secreto”. Esse valor corresponde a 10,8% do total congelado pelo decreto.

O congelamento, divulgado por meio do Relatório de Receitas e Despesas do Orçamento de 2022, tem por objetivo cumprir a regra do teto de gastos — pela qual a maior parte das despesas não pode subir acima da inflação do ano anterior.

O bloqueio de R$ 8,2 bilhões ainda não garante um eventual reajuste de 5% para todos os servidores federais. O reajuste em estudo pelo governo elevaria o congelamento de verbas a um valor entre R$ 13 bilhões e R$ 14 bilhões.

Como a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) só permite que o governo dê reajustes de salário até o fim de junho, a equipe econômica decidiu se adiantar e pedir que os ministérios bloqueiem um valor maior do que aquele oficializado no decreto.

DUETTO IDEAL – A MODA FEITA PARA VOCÊ

Um comentário

  1. Wow, amazing weblog layout! How long have you been running a blog for?
    you made running a blog look easy. The overall glance of your website is wonderful, as well as the content!
    You can see similar here najlepszy sklep

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *