Agronegócio abandona Simone Tebet depois de MDB liberar diretórios para o segundo turno

Carro & Cia
Carro & Cia, o melhor em atendimento e satisfação

Segundo o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), Sérgio Souza (MDB-PR), confirmou nesta quarta-feira (5) o apoio da bancada ruralista ao presidente Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno da eleição para o Palácio do Planalto foi definido.

O deputado é do mesmo partido da senadora Simone Tebet, que concorreu à Presidência e foi a terceira mais votada no primeiro turno. “É muito claro o resultado do que aconteceu e acontece no Brasil nos últimos anos. O agro não parou nem na pandemia. O agro é o grande pilar de sustentação deste País e tem responsabilidade com o desenvolvimento, com a geração de emprego e renda, com a segurança jurídica. e, principalmente, com o direito à propriedade”, afirmou Souza, no Palácio da Alvorada, após uma reunião com Bolsonaro.

“Nós não poderíamos tomar outra decisão. A bancada do agro no Congresso Nacional tomou um lado, que é dos caminhos para a direita, com fé em Deus, os caminhos da liberdade, o caminho da redução do custo de produção e da produção de alimentos de qualidade que chegue à mesa do cidadão brasileiro. Nós temos um só lado, que é o lado da liberdade, é o lado do presidente Bolsonaro, estamos juntos nesta campanha”, emendou o presidente da FPA. Souza já havia aderido à candidatura do presidente Bolsonaro no primeiro turno, apesar de seu partido, o MDB, ter chapa própria.

DUETTO IDEAL – A MODA FEITA PARA VOCÊ

Hoje, 280 parlamentares integram a FPA, sendo 39 senadores e 241 deputados federais. Na Câmara, a frente representa 54,6% do total de parlamentares e integra comissões importantes como a do Meio Ambiente, Constituição e Justiça, além da Agricultura. A bancada é uma das mais ativas do Congresso, com forte influência na aprovação de projetos ligados ao setor produtivo.

No Alvorada, ao lado de Souza e outros parlamentares da bancada ruralista, Bolsonaro disse que o agronegócio era “muito estigmatizado” pelos partidos de esquerda, numa crítica aos governos do PT. “O agronegócio é orgulho nacional, conversamos mais sobre as questões do campo, a nossa responsabilidade com a segurança do Brasil e mais de 1 bilhão de pessoas ao redor do mundo, o quanto crescemos ao longo desses quatro anos de mandato e quanto poderemos crescer”, afirmou o presidente.

Senadora eleita pelo Mato Grosso do Sul, a ex-ministra da Agricultura Tereza Cristina reforçou o apoio do setor a Bolsonaro contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). “Nós estamos aqui, maciçamente, prestando este apoio e colocando o nosso trabalho agora para que o presidente se reeleja. É o presidente que mais deu apoio ao agronegócio, através do crédito, da infraestrutura. Os produtores rurais pequenos, médios e grandes estão fechados com a candidatura à reeleição do presidente Jair Bolsonaro”, declarou.

ANGRA DOS REIS EM GRANDE ESTILO. VOCÊ MERECE.

Alguns produtores disseram ao BSB Revista que Simone Tebet nunca mais será eleita pelo estado de Mato Grosso do Sul. “Se ela se mantiver ao lado de quem incentiva a destruição de nosso trabalho, invasão de fazendas produtivas, ela vai perder e muito, pode ter certeza,” Afirmou.

SAÚDE INTEGRAL E HUMANIZADA

Um comentário

  1. You are in reality a good webmaster. This web site loading pace is amazing.
    It sort of feels that you’re doing any distinctive trick.
    Furthermore, the contents are masterpiece. you have done a great job in this subject!

    Similar here: bezpieczne zakupy and also here: Ecommerce

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *