BNDES sinaliza salvar grupo Collor de falência perdoando 70% da dívida com o erário público

Carro & Cia
Carro & Cia, o melhor em atendimento e satisfação

Dívida do grupo chega a R$ 64 milhões

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) sinalizou ter chegado a um acordo com a Organização Arnon de Mello para votar a favor do plano de recuperação judicial das empresas de comunicação da família Collor de Mello em Alagoas.

O grupo negocia um total de R$ 64 milhões em dívidas, das quais o banco público é o maior credor.

Após quase três meses de negociação, um aditivo foi incluído ao plano pela empresa devedora na última segunda-feira (4).

DUETTO IDEAL – A MODA FEITA PARA VOCÊ

A OAM alterou a proposta inicial, prevendo um perdão de 70% do débito original com o BNDES. Só com o banco as dívidas totalizam R$ 14,4 milhões, em valores de 2019.

Caso o BNDES aceite a proposta, haverá uma carência de 12 meses para o início do pagamento e prazo de 126 meses até sua conclusão.

ANGRA DOS REIS EM GRANDE ESTILO. VOCÊ MERECE.

Um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *