MP denuncia assassino de tesoureiro do PT no Paraná por homicídio duplamente qualificado

Marcelo Arruda foi baleado na própria festa de aniversário temática do PT e do ex-presidente Lula. Jorge Guaranho foi indiciado pela polícia por homicídio qualificado por motivo torpe.

Arruda foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) nesta quarta-feira (20) por homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e perigo comum.

O órgão cita que o acusado agiu por motivo fútil decorrente de “preferências político-partidárias antagônicas” e que Guaranho colocou a vida de mais pessoas em perigo ao efetuar os disparos no salão de festas.

A denúncia foi apresentada em coletiva de imprensa pelos promotores de Justiça Tiago Lisboa e Luís Marcelo Mafra Bernardes da Silva. Como o acusado está preso, o prazo legal para o oferecimento da denúncia, de cinco dias, encerra nesta quarta.

Ao detalhar a denúncia, os promotores afirmaram não ter sido constatada prática de crimes de ódio, discriminação, ou contra o estado democrático de direito.

Na denúncia apresentada nesta quarta, o MP cita informações prestadas pelo hospital onde Guaranho está internado.

Segundo o boletim, o policial deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e foi transferido para enfermaria do Hospital Ministro Costa Cavalcanti.

Guaranho está estável, consciente, em reabilitação, sem previsão de alta hospitalar, informa o hospital.

Os promotores afirmaram que, tão logo o policial tenha condições, será ouvido no processo.

ANGRA DOS REIS EM GRANDE ESTILO. VOCÊ MERECE.
Carro & Cia
Carro & Cia, o melhor em atendimento e satisfação
DUETTO IDEAL – A MODA FEITA PARA VOCÊ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *