Elon Musk mostrou “pênis ereto” em assédio em voo, diz aeromoça da SpaceX , mas bilionário nega ter pago acordo de U$250 mil pelo silêncio

Carro & Cia
Carro & Cia, o melhor em atendimento e satisfação

Em seu perfil no Twitter, o bilionário diz que as acusações são com motivações políticas.

A imprensa internacional e investidores de todo planeta se surpreenderam com informações de que uma comissária de bordo da empresa de transporte espacial e aéreo SpaceX, do bilionário Elon Musk, acusou o patrão, dono da companhia, de mostrar o pênis a ela durante um voo para Londres e depois pagar US$ 250 mil pelo seu silêncio.

Em seu perfil no Twitter, Musk disse que as alegações são “totalmente falsas”.

Musk postou mensagem citando “ataques” com viés “político”. O caso , segundo a reportagem, ocorreu em 2016 e veio à tona com ajuda de uma amiga da aeromoça atacada.

A comissária de bordo que teria acusado Musk de “comportamento sexual inadequado” trabalhou na tripulação de cabine da frota de jatos corporativos da SpaceX.

Além de mostrar as partes íntimas, enquanto recebia uma massagem, Musk ofereceu à funcionária massagista um cavalo em troca de uma massagem mais picante, erótica, tocando-a de forma “inadequada”.

A sala de estar dentro de um Gulfstream G650ER como o usado por Musk. Cortesia da Gulfstream Aerospace Corporation

Respondendo a mensagens no Twitter, Musk diz que a pessoa que o acusa precisa “descrever apenas uma coisa, qualquer coisa (cicatrizes, tatuagens, …) que não seja de conhecimento público”, para provar que ele teria exposto suas partes íntimas.

A SpaceX dá ênfase especial às massagens, chegando a empregar massoterapeutas internos como um privilégio para os executivos. Segundo a amiga, a comissária de bordo foi incentivada por seus superiores a comprar seu próprio treinamento profissional de massagem para suas sessões com Musk.

DUETTO IDEAL – A MODA FEITA PARA VOCÊ

“Eles a encorajaram a se credenciar como massagista, mas em seu próprio tempo, com seu próprio dinheiro”, disse a amiga. “Eles insinuaram que ela voaria com mais frequência se ela fizesse isso, porque ela seria capaz de dar massagens apropriadas a Elon. Eu achei isso meio estranho porque – você não foi contratado para ser massagista. contratado para ser comissário de bordo. E se Elon gosta de massagens, então ele deveria estar pagando para você ir para a escola de massagistas. Mas ela estava tão feliz e ansiosa para ter o emprego e poder viajar”, disse a amiga da aeromoça.

Indenização de $ 250.000

Em 2018, depois de se convencer de que sua recusa em aceitar a proposta de Musk havia diminuído suas oportunidades na SpaceX, a atendente contratou um advogado trabalhista da Califórnia e enviou uma reclamação ao departamento de recursos humanos da empresa detalhando o episódio. Nessa época, o escritório do advogado entrou em contato com a amiga e pediu que ela preparasse a declaração corroborando as alegações.

A reclamação da aeromoça foi resolvida rapidamente após uma reunião com um mediador, onde Musk teria comparecido pessoalmente. O assunto nunca chegou a um tribunal ou a um processo de arbitragem. Em novembro de 2018, Musk, SpaceX e a comissária de bordo firmaram acordo de indenização de US$ 250.000 em troca da promessa de não processar as reivindicações.

ANGRA DOS REIS EM GRANDE ESTILO. VOCÊ MERECE.

Um comentário

  1. You are truly a good webmaster. This site loading pace is incredible.
    It kind of feels that you’re doing any distinctive
    trick. In addition, the contents are masterwork. you
    have done a excellent job on this topic! Similar here:
    modowy.top and also here: Dobry sklep

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *